Comments

4 Práticas para ser mais inovador no seu trabalho

Inovação é um assunto perene no mercado de trabalho. Nenhuma empresa mais quer contratar alguém que APENAS cumpra sua função. Para crescer e sair na frente, uma empresa precisa estar aberta às mudanças, adaptações e inovações e isso só acontece se todos internamente estiverem empenhados em entregar sempre algo melhor. 

As organizações estão sempre em busca de profissionais inovadores e elas valorizam muito esta qualidade. Quem tem a inovação como guia e os dados como base do seu próprio trabalho galgam por melhores cargos de forma muito mais orgânica. 

Algumas pessoas relacionam inovação com produto inédito, tecnologia de ponta ou última geração, mas a inovação pode acontecer nas mais diversas áreas do conhecimento e de atuação. Inovar o modelo de negócio, a forma de trabalho, de comunicação podem transformar tanto a relação entre os funcionários, quanto os resultados no final do mês. Inovar é concretizar mudanças que gerem vantagens e benefícios à organização, para isso, uma pessoa inovadora deve ser capaz de identificar tendências, desenvolver soluções, otimizar recursos e potencializar resultados. 

Mas, como ser inovador? 

Ser inovador não é um dom, nem uma qualidade nata, é algo que pode ser desenvolvido e estimulado em todas as pessoas. Por isso, separamos 4 dicas para você se tornar um profissional inovador. 

1. Uso de metodologias ágeis

O mercado atual é extremamente competitivo e acelerado e o modelo tradicional de gestão de projetos acabou se tornando um tanto obsoleto. A burocracia, as etapas longas e custosas perderam espaço para ações curtas com resultados mais rápidos e efetivos. 

Foi frente a este cenário que desenvolveu-se as metodologias ágeis. Elas vieram com objetivo de encurtar os processos e etapas, reduzir os ruídos de comunicação entre equipe interna e cliente e definir melhor as entregas. Este tipo de metodologia se baseia em uma proposta de processos mais curtos e com entregas mais rápidas.

Existem vários modelos, cada um com suas características que podem se adequar melhor ou pior ao seu modelo de trabalho, equipe, produto, etc. Para ser um profissional inovador é muito importante conhecer e saber aplicar as metodologias ágeis. 

2. Não se prenda à primeira opção, ideia ou solução

A primeira opção, ideia ou solução costuma vir de um senso comum, de uma base de conhecimento mais clara em nossas cabeças. Por isso, é normal que a primeira ideia de um seja semelhante ao que o outro pensou. 

Ela é muito importante como pontapé inicial do processo criativo, mas se prender a ela pode ser prejudicial. Anote a ideia, mas deixe fluir outros insights, desenvolva, busque se aprofundar nas soluções pensadas a ponto de desenvolver uma mais completa, mais precisa para aquilo que você deseja. 

A primeira opção pode ser a melhor, mas você só saberá disso com certeza se tiver criado tantas outras para poder comparar e confirmar essa hipótese. 

3. Não tenha medo de errar

Em um processo de gestão, o maior erro que o líder pode cometer é intimidar seus liderados na hora de criar. O medo de errar é o maior empecilho para inovação. Inovar é criar algo novo e, se é novo, não tem como garantir que é bom e funcionará. 

O medo de errar nos mantém sempre nos trilhos e seguir o caminho já trilhado, significa que você está criando ou fazendo algo que já foi feito anteriormente. 

Precisamos renunciar ao erro para podermos fazer algo diferente e inovador. Por isso, é essencial que as organizações construam ambientes psicologicamente seguros para que seus colaboradores sintam confiança e apoio quando estiverem criando. 

4. Fale, ouça e debata ideias com sua equipe

Esta é a última dica, mas ela vem antes de todas: fale, mas também ouça. 

O brainstorming (ou tempestade de ideias, em português) é um momento de debate intenso, de trocas de ideias, conceitos e para alinhamento da equipe. É preciso que todos envolvidos no desenvolvimento da solução estejam na mesma página, compreendendo o problema da mesma forma. 

Para isso, todos os integrantes precisam participar ativamente. O espaço para discussão tem que ser aberto para que todos possam se manifestar, apresentar suas ideias. Neste momento, não despreze nenhuma ideia. Todas as ideias são importantes e precisam ser anotadas e analisadas, deixe o filtro para o segundo momento. 

Se você é quem está moderando o debate, tenha certeza de que todos falaram e todos foram ouvidos. Caso note que algum participante não se pronunciou, dê espaço para ele se manifestar, pergunte a opinião dele sobre o que foi debatido, etc. 

Essas foram as quatro dicas para você se tornar um profissional inovador, destacar no mercado de trabalho e alcançar melhores cargos na sua carreira. Gostou deste conteúdo? Continue acompanhando nosso blog para mais dicas e conhecimento sobre o tema. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://coopersystem.com.br/wp-content/uploads/2022/01/sigmund-eTgMFFzroGc-unsplash.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 300px;}
pt_BR
en_US es_ES pt_BR