Comments

Software pirata compromete a segurança em TI?

Sabe aquele ditado que diz que o barato pode sair caro? Ele representa muito bem o assunto que trataremos hoje aqui no blog. Quando falamos do uso de produtos piratas no meio da TI (software), estamos citando um comportamento bem comum entre diversos usuários. Essa prática pode causar diversos problemas e até cair em esferas criminais (trataremos sobre isso mais a frente).

Se você quer saber como essa ação de usar produtos piratas pode causar intensas dores de cabeça, acompanhe o conteúdo e venha com a gente.

Afinal, o que seria um software pirata?

A resposta é simples: o software é um programa de computador e sua versão pirata é a reproduzida de maneira ilegal, sem licenciamento. É quando alguém escolhe usar um programa que não têm permissão e que não responde a todos os pontos necessários pelo fabricante/criador.

Quando você usa um software pirata, você não só está omitindo os direitos de quem produziu o programa como também está sujeito a inúmeros problemas causados pela irregularidade.

Perdas causadas pelo uso de um software pirata

A dica do amigo: evite o uso de programas ilegais, principalmente em ambientes corporativos. A economia inicial pode ser uma cilada e os danos causados por essa irregularidade podem estourar o seu orçamento. Veja alguns exemplos de riscos que você e sua empresa podem sofrer ao usar um programa ilegal:

  • Mau desempenho dos hardwares
  • Falta de segurança e exposição a vírus
  • Vulnerabilidade de dados e informações
  • Instabilidades a médio e longo prazo
  • Ausência de upgrade
  • Reputação da empresa
  • Falta de garantia e suporte técnico por parte do fabricante
  • Riscos de invasões cibernéticas 

Pirataria é crime 

Além de todos os pontos que já listamos acima, o uso de software pirata é crime e o descumprimento da Lei Antipirataria (10 695 de 1 de julho de 2003 do Código de Processo Penal), pode causar penas com até quatro anos de reclusão e multa.

Escolha a versão original 

Listamos anteriormente os riscos do uso de software pirata, e agora será a vez de mostrar alguns benefícios para o uso de programas originais: 

  1. Garantia e suporte técnico direto do fabricante
  2. Rendimento e qualidade nas atividades realizadas
  3. Atualização dos produtos
  4. Segurança em relação às informações e dados dos usuários
  5. Documentação e notas dos programas
  6. Economia de recursos financeiros a médio e longo prazo

Informação é essencial na hora de fazer uma escolha

Antes de qualquer coisa é necessário entender e se conscientizar sobre esse assunto. O que pode parecer bobo no primeiro momento, esconde uma fila de problemas mais sérios.

E para não ver sua empresa ou seu nome envolvido em questões relacionadas a pirataria de programas é importante fazer as escolhas corretas e comunicar isso para o seu time.

A cultura empresarial deve ser clara e seus pilares devem ser respeitados, assim servirá de exemplo para todos os colaboradores.

Procure entender quais são as reais demandas da sua empresa e encontre versões de programas e serviços compatíveis a elas. No mercado existem diversas opções que atendem as mais variadas demandas e, provavelmente, você encontrará a opção ideal para o que procura (dentro do orçamento).

Queremos saber: você já passou por alguma dor de cabeça ou teve alguma perda em decorrência ao uso de um software pirata?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://coopersystem.com.br/wp-content/uploads/2021/09/jefferson-santos-9SoCnyQmkzI-unsplash.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 300px;}
pt_BR
en_US es_ES pt_BR