Blog categories

Comments

Antivírus: Entenda como ele protege seu aparelho de invasores

Um risco que todo usuário de computador e internet sofre é a ação de um vírus no computador, que pode gerar vários prejuízos, como dano aos componentes do equipamento, arquivos corrompidos, perda de dados, entre outros. 

Há inúmeras formas de um computador ser infectado por um vírus, desde sites de conteúdos eróticos ou duvidosos, ações de phishing, links, devices externos, como pendrive, etc. 

Mas, também há várias formas de prevenir e proteger seu computador de ações maliciosas. A instalação do antivírus é a principal delas. O antivírus é um software com objetivo de identificar e impedir atuação de malwares, spywares e outros softwares maliciosos.

O antivírus atua de quatro formas para garantir a segurança do seu equipamento e, neste artigo, nós vamos explicar cada uma. Se quiser entender mais sobre como um antivírus funciona, continue a leitura.

1. Escanear vírus conhecidos 

No momento que um antivírus descobre um agente invasor inédito, ele irá ler e desmontar o código do invasor e separá-lo em string, que são um conjunto de caracteres próprios do vírus, que não existem nos demais programas do computador. Feito isso, o antivírus passa a procurar esta sequência em todo computador, o que chamamos de varredura. 

Se o antivírus encontrar algo, ele notifica o usuário e deleta o arquivo de forma automática, garantindo a exclusão do vírus do equipamento. 

2. Sensoriamento heurístico

Esta forma é feita sob ordem do usuário, isto é, o usuário solicita sua execução. É o famoso “escanear a máquina”. Nesta etapa, o antivírus irá realizar a varredura de todo sistema e buscar por programas suspeitos, que não são executados rotineiramente nem pertencentes a nenhum programa instalado no computador. 

Este método está mais sujeito a falhas, por uma série de fatores, mas isso não o torna inútil. Sempre que perceber algo estranho no seu computador ou julgar que cometeu alguma ação que possa pôr em risco, é recomendado que se ative uma varredura, por prevenção. 

3. Busca algorítmica

Neste caso, como o próprio nome diz, a busca será feita utilizando algoritmos para identificação das ameaças. 

4. Checagem de integridade 

A checagem de integridade é fundamental para a preservação de dados, prevenir golpes e fraudes. Ela parte de uma lógica simples de comparação entre os dados armazenados em banco e dados fornecidos ao sistema, como dígitos verificadores. 

A partir da comparação de ambas as informações, ele é capaz de identificar potenciais ameaças e prevenir que algo maléfico ocorra. 

Além da instalação de antivírus, há várias medidas que nós usuários podemos tomar para evitar que agentes maliciosos danifiquem nossas máquinas e informações. Por isso, não clique em links suspeitos (leia com atenção o link, é possível identificar “peguinhas”), desconfie de promoções muito tentadoras, evite navegar por sites de conteúdos duvidosos. 

E, na dúvida, não clique. 

Gostou deste conteúdo? Continue acompanhando nosso blog para mais informações! 

Your email address will not be published. Required fields are marked *

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://coopersystem.com.br/wp-content/uploads/2022/02/jake-walker-MPKQiDpMyqU-unsplash.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 300px;}
en_US
es_ES pt_BR en_US